Conheça os 6 softwares de gestão de projeto mais populares!

Tempo de leitura: 5 min

Gerenciar projetos pode parecer, a princípio, algo complexo e trabalhoso. Afinal, para realizar essa atividade de maneira eficiente, é preciso tempo e dedicação de toda a equipe envolvida. A boa notícia é que, hoje, existem várias ferramentas que podem facilitar e agilizar esse processo — os softwares de gestão de projeto!

Mas como, de fato, eles podem ajudar na hora de gerenciar um projeto? Um bom software é capaz de otimizar processos e tornar a administração das atividades mais dinâmica, fornecendo maior precisão para resultados e monitoramentos. Antes de optar por uma ferramenta, no entanto, é preciso avaliar suas funcionalidades e checar se estão de acordo com as necessidades da empresa.

Pensando nisso, listamos a seguir uma relação dos 6 softwares de gestão de projeto mais conhecidos no mercado, explicando as vantagens e desvantagens de cada um. Ficou interessado? Então, continue a leitura e escolha a ferramenta certa para o seu negócio!

1. Google Sheets

Essa ferramenta permite criar e editar documentos elaborados com o serviço de planilhas online do Google Drive e pode ser utilizada tanto para gestão de projetos quanto para controle financeiro e de estoque. Além de ser intuitiva e fácil de usar, permite trabalhar em modo offline, salva arquivos automaticamente e possibilita a criação de trabalhos colaborativos.

Gratuito, o Google Sheets é ideal para empresas que estão começando e ainda não possuem tantos recursos, como as startups. No entanto, para companhias mais estruturadas e com operações mais complexas, existem outras opções de software mais adequadas. Vamos conhecê-las?

Antes, confira uma breve avaliação que fizemos do Google Sheets:

  • Usabilidade: 10;

  • Interface: 9;

  • Funcionalidades: 9;

  • Desempenho: 10.

2. Trello

Atualmente, o Trello é uma das ferramentas de gestão de projeto mais utilizadas. Seu funcionamento é baseado em um esquema de quadros, checklists e cartões representando tarefas. Nele, você pode organizar as atividades da equipe, adicionar arquivos, designar profissionais para cada tarefa, fazer comentários e determinar datas de entrega.

O software é fácil de usar, tem uma interface bem organizada e se mantém leve mesmo com muitos usuários online. Além disso, sua versão gratuita é excelente, permitindo que você conheça e se familiarize com a ferramenta antes de optar pela sua compra.

Confira abaixo as notas do Trello. Ele se saiu bem, não é mesmo?

  • Usabilidade: 10;

  • Interface: 10;

  • Funcionalidades: 10;

  • Desempenho: 10.

3. JIRA

Com metodologia e interface parecidas com as do Trello, essa ferramenta se destaca pelos seus recursos avançados, que integram quase todas as áreas da gestão de projetos e facilitam a criação de workflows (ou, em português, fluxos de trabalho). Assim, utilizando o JIRA, você pode acompanhar a execução de cada tarefa, incluindo prazos e desempenhos, e criar relatórios.

Por ser um software mais completo, com diversas opções em seu setup, configurá-lo de acordo com as necessidades da sua empresa pode ser um pouco demorado. Outra desvantagem é que ele não tem versão gratuita, apesar de apresentar planos com preços acessíveis.

Veja como avaliamos o JIRA:

  • Usabilidade: 10;

  • Interface: 8;

  • Funcionalidades: 10;

  • Desempenho: 9.

4. Asana

A principal ideia dessa ferramenta é transformar conversas em ações. Com ela, você cria e compartilha listas de tarefas com seus colaboradores, definindo responsabilidades e possibilitando, por meio de um chat colaborativo, maior integração da equipe. Nesse chat, cada colaborador tem um avatar e pode inserir comentários, marcações e anexos.

O design do Asana é bonito e minimalista e seus recursos de comunicação com certeza são um grande diferencial. Além disso, equipes de até 15 pessoas podem utilizá-lo gratuitamente. Para times maiores, o software oferece diversos planos com preços variáveis.

Confira a avaliação do Asana:

  • Usabilidade: 9;

  • Interface: 10;

  • Funcionalidades: 10;

  • Desempenho: 8.

5. Basecamp

Assim como outras ferramentas, com o Basecamp você organiza seus projetos basicamente elaborando listas de tarefas e equipes, atribuindo responsabilidades e definindo datas.

O maior destaque desse software, no entanto, é a criação de uma espécie de timeline (assim como as das redes sociais) para cada projeto. Dessa forma, é possível acompanhar o andamento das tarefas e o histórico de cada integrante da equipe e, ainda, analisar quais são os próximos passos.

Você pode testar o Basecamp gratuitamente por 60 dias. Após esse período, deve escolher um plano pago. A principal desvantagem aqui é o preço, que não costuma ser barato.

Veja como o Basecamp se saiu na nossa avaliação:

  • Usabilidade: 9;

  • Interface: 8;

  • Funcionalidades: 10;

  • Desempenho: 10.

6. Microsoft Project

De todos os softwares listados aqui, o Microsoft Project é o mais complexo. Sua grande quantidade de recursos permite um controle absoluto de cada projeto. Com ele, é possível, por exemplo, criar relatórios, monitorar progressos, prever como determinadas mudanças podem afetar os resultados dos projetos e observar conflitos de datas e a indisponibilidade de recursos.

A interface dessa ferramenta também contribui para sua complexidade, lembrando, de certa forma, a do Excel. Portanto, pode ser que, no início, você e seus colaboradores tenham um pouco de dificuldade para navegar.

Outro ponto negativo do software é o preço, geralmente mais elevado. Apesar disso, você pode testá-lo de forma gratuita por um tempo determinado.

A seguir, avaliamos o Microsoft Project — a última ferramenta da nossa lista. Com as notas atribuídas aos softwares, fica mais fácil para você compará-los e escolher a melhor opção. Confira:

  • Usabilidade: 9;

  • Interface: 9;

  • Funcionalidades: 10;

  • Desempenho: 10.

Podemos concluir que uma ótima estratégia para otimizar a gestão de projetos da sua empresa é investir em um software específico para isso. No entanto, como vimos aqui, existem diversas ferramentas disponíveis no mercado, cada uma com suas funções, vantagens e desvantagens.

Entre os softwares de gestão de projeto mais utilizados e conhecidos no mercado, estão: Google Sheets, totalmente gratuito; Trello e Asana, com versões gratuitas; Basecamp e Microsoft Project, gratuitos para teste; e JIRA, somente pago. Para escolher o mais adequado, fique atento às necessidades e prioridades da sua empresa.

Gostou deste artigo? Agora que você já conhece os 6 softwares de gestão de projeto mais populares, aproveite e assine nossa newsletter para receber nossas atualizações e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail!

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

7 Comentários

  1. I go to see every day a few web sites and sites to read content,
    however this website presents quality based posts.

    my web-site … Maryjo

  2. Its such as you read my mind! You seem to grasp a lot about this, like you wrote the e-book in it or something.
    I feel that you can do with some p.c. to force the message home
    a little bit, however other than that, that is magnificent blog.

    A great read. I’ll definitely be back.

    Also visit my web blog Claudette

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.