5 dicas práticas para ser mais estratégico na tomada de decisão

Tempo de leitura: 7 min

A tomada de decisão é um dos grandes privilégios, mas também um grande desafio para os líderes. Esse é um dos papéis mais importantes de um gestor e uma tarefa de extrema responsabilidade que impacta diretamente sua jornada profissional. 

Tomar uma decisão em qualquer âmbito da vida exige muito de nós. É nesse momento que o indivíduo precisa parar e analisar as possibilidades para identificar a melhor escolha. Nas empresas, isso não é diferente; contudo, os fatores envolvidos são mais complexos e demandam mais análises. 

Por isso, resolvemos abordar, neste texto, algumas dicas para tomar decisões de forma mais estratégica e contribuir com sua carreira. Confira! 

O valor da tomada de decisões para as organizações

Quando se é líder, é difícil manter a eficiência, realizar decisões acertadas e desenvolver a equipe de maneira satisfatória, pois todas as decisões envolvem muitos processos, custos e pessoas, o que torna as escolhas mais valorosas e difíceis. 

A tomada de decisão é um processo cognitivo que envolve razão e emoção na busca da melhor opção entre várias alternativas.  No caso dos líderes, principalmente, é exigida a tomada de decisões a todo tempo e, em alguns casos, essa escolha é feita de modo automático, mas outras podem demandar dias e noites de sono.

As decisões envolvem uma série de variáveis e cada escolha pode incorrer em consequências positivas ou negativas. Por isso, ter inteligência emocional nesse momento é primordial. Assim, para facilitar a tomada de decisão, todo líder deve conhecer bem as pessoas da sua organização, se planejar e entender os números disponíveis.

Os tipos de tomada de decisão

Para tomar decisões mais acertadas, é preciso conhecer os tipos de processo existentes e qual a importância de cada um dependendo do contexto. 

Intuitiva

A tomada de decisão intuitiva é a mais comum, dentro e fora do contexto organizacional. Nessa escolha, acreditamos em sinais, vibrações e sensações internas que favorecem ou descartam certas possibilidades. Nesse caso, não há muita lógica ou racionalidade, por isso, não é o método mais indicado para o âmbito empresarial. 

Racional

A decisão racional é oposta à decisão intuitiva. Nesse caso, o indivíduo analisa os dados disponíveis e trabalha com fatos e não com suposições para tomar decisões. O sentimento também é deixado de lado, por isso, na hora de uma demissão, por exemplo, um gestor racional avalia apenas se o funcionário é produtivo ou não e ignora o tempo de serviço, os possíveis problemas ou outras questões pessoais. 

Com base em valores

Esse tipo de decisão não deve ser confundida com a decisão intuitiva. Nesse modelo, o indivíduo faz sua escolha baseado nos valores formados ao longo da vida. Assim, esse tipo de decisão varia de líder para líder, pois cada um tem uma trajetória, bagagem cultural e experiências que interferem diretamente no que é valorizado como primordial.  

Colaborativa 

No ambiente organizacional, a tomada de decisão colaborativa pode ser a ideal. Dessa forma, é possível que a decisão seja tomada em conjunto e outras pessoas também possam opinar, trazendo novas ideias para a discussão. Além disso, essa possibilidade compartilha a responsabilidade entre os gestores e dá autonomia a outros colaboradores. 

5 formas de tomar decisões mais acertadas

Para facilitar o caminho das decisões, separamos algumas dicas para aplicar no dia a dia da organização. 

1. Evite impulsividades

Um bom líder evita tomar decisões no impulso, pois, na maioria das vezes, elas são precipitadas. Quando se está muito feliz ou muito estressado, um chefe pode acabar dando um aumento não planejado aos colaboradores ou acabar demitindo alguém por uma frustração pontual. Por isso, uma decisão só deve ser tomada depois que todas as consequências e variáveis forem analisadas. 

2. Estabeleça metas a longo prazo

Muitos gestores se preocupam apenas com as metas de curto prazo, buscando resultados mais imediatos. Mas, para tomar decisões mais acertadas, um planejamento deve ser criado e nele devem ser incluídas algumas metas a longo prazo, que dialoguem com a missão, a visão e os valores da organização.

Por exemplo, para evitar decisões precipitadas com a verba disponível para execução de um projeto, é importante estabelecer um orçamento financeiro anual, evitando que o dinheiro seja remanejado erroneamente. 

3. Avalie gastos

Uma das grandes variáveis que interferem diretamente em uma decisão é a verba disponível e o valor que aquela ação vai custar para a empresa. Assim, mesmo que haja uma escolha ideal para essa situação, sem verba não é possível concretizá-la. Ao avaliar gastos, também pode-se priorizar processos e realocar fundos.

4. Alinhe os objetivos da equipe com os da empresa

O sucesso só acontece se todos os envolvidos estiveram caminhando para o mesmo lugar. Portanto, antes de tomar decisões em nome da empresa, verifique se toda a equipe está alinhada com essa decisão. Caso não esteja, entenda o que pode ser feito e compartilhe as ideias com o time.

5. Analise todas as possibilidades

Há pessoas que gostam de ter possibilidades e outras que paralisam com a ideia de escolha. Mas, para tomar boas decisões, um gerente precisa analisar todas as possibilidades — por mais trabalhoso que isso seja. É durante essa análise que o conhecimento científico do líder, suas habilidades e experiências serão testados e farão diferença na decisão final.

Por isso, é preciso definir e entender o problema, coletar informações sobre ele, analisar suas causas, planejar, decidir e executar soluções e, ao final, monitorar os resultados. ​

Ferramentas que podem auxiliar nesse processo

Para facilitar no processo de tomada de decisão, existem algumas ferramentas úteis que podem ser incluídas na sua rotina. Veja!

Pesquisas automatizadas

Como citamos acima, ter dados e informações é fundamental para conseguir tomar decisões acertadas. Assim, realizar pesquisas é uma das possibilidades de organizar dados. Para facilitar o trabalho, é possível utilizar plataformas automatizadas que permitem a construção de um formulário personalizado e um envio automatizado com a criação de gráficos e relatórios a partir das informações respondidas. 

Método FCA

Outra ferramenta é o método FCA — Fato, Causa e Ação —, que é utilizado para identificar a principal causa de um problema. Essa metodologia ajuda a prevenir riscos e dá subsídios de informações para os gestores compreenderem os processos e tomarem decisões.

Análise de Pareto

A Análise de Pareto é uma ferramenta que indica e ordena a frequência de ocorrências de uma organização. Dessa forma, a metodologia explica que 80% das consequências em uma empresa advêm de 20% de causas. Ou seja, uma grande parte dos problemas causados em uma organização tem como motivo uma mesma fonte. Portanto, ao identificar e eliminar uma parte do problema, elimina-se grande parte dos danos. 

Matriz GUT

A Matriz GUT é uma ferramenta que auxilia na priorização de problemas. Com esse sistema, é possível ponderar a gravidade, a urgência e a tendência de um problemas, facilitando a identificação do que tem maior prioridade. Essa metodologia é importante para líderes que precisam tomar decisões sob pressão.

Portanto, mesmo que as tomadas de decisão não sejam ações fáceis na vida de um líder, elas são necessárias e devem ser feitas de maneira inteligente. Gostou do nosso conteúdo? Que tal seguir nossas redes sociais e não perder nada? Siga-nos no Facebook, YouTube e Instagram.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

5 Comentários

  1. A person necessarily lend a hand to make severely articles I might state.
    That is the very first time I frequented your web page
    and so far? I surprised with the analysis you made to create this
    actual publish incredible. Excellent task!

    Here is my website: Cleo

  2. Brilliant information here! Hopefully you won’t stop the flow of such magical material! ταχυδακτυλουργός για παιδικά πάρτυ Nice!

  3. Hello, yup this article is actually pleasant
    and I have learned lot of things from it about blogging. thanks.

    My web blog :: Sienna

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.